Carta aberta ao Presidente Petraglia

Caro Mário, esta é uma carta de apoio. Tenha certeza que milhares de atleticanos gostariam de assinar embaixo desta mensagem. Dentro da massa que chegou a mais de dois milhões de apaixonados pelo Atlético Paranaense graças ao projeto de crescimento idealizado por você, existe uma grande maioria que percebe o que foi e está sendo feito pelo maior clube do Paraná. Este texto representa essa maioria, vozes na maior parte do tempo silentes, ou menos ruidosas que as daqueles que só atacam. Que este texto fale mais alto que a desesperança de uma minoria cega pelo rancor ou pela ignorância.

Nosso povo sabe da sua luta de vinte anos, Mário. Os apoiadores de primeira hora, os das últimas e todos aqueles que entendem que nossos horizontes vão muito além do resultado do último Atletiba ou do último campeonato estadual, reconhecem cada pequena revolução ao longo desses anos que fizeram a maior mudança de patamar de um clube de futebol que se tem notícia no Brasil. Nos últimos três anos, desde que voltamos do lodo que nos levou à segunda divisão, a materialização do que foi feito ficou ainda mais visível. Nós vimos, sentimos, sofremos e celebramos juntos tudo o que foi necessário para dar vida a um sonho que nenhum atleticano havia ousado a sonhar antes. A Arena é uma realidade, o palco ideal para as conquistas que todos queremos. O Atlético Paranaense é um clube forte, estável e sustentável, pronto para vencer.

É pena que sempre tem gente fazendo de tudo para aparecer, ainda mais em ano de eleições. Gente que já esteve dentro do clube e meteu os pés pelas mãos, gente que nem sócia é mas não poupa veneno contra você em qualquer microfone aberto, coluna ou blog, gente que se colocou ao seu lado e na primeira oportunidade lhe atirou pedras, colunistas marotos com a língua afiada na mais áspera patifaria e ingratos de todo tipo. Contra eles, continue com sua coragem e conte com a força de muitos companheiros de luta e milhares de atleticanos que têm orgulho do que foi e está sendo feito. O trabalho sempre fala mais alto do que o recalque e as realizações continuam acontecendo, a mais recente delas foi a confirmação da liga Sul-Minas-Rio, a chamada Primeira Liga, projeto do qual você é um dos idealizadores, pelo bem do Atlético e do futebol Brasileiro.

Chegou o momento de sermos campeões dos campeonatos importantes que disputaremos, temos a estrutura e a capacidade humana no clube. Estaremos juntos ao seu lado para mais essa empreitada, que é fazer do CAP um CAP gigante. Aqueles que a qualquer dificuldade pulam do barco foram ficando pelo caminho. Os que se sentem representados por esta carta são os que confiam que sim, nós podemos. Nós podemos fazer diferente e estamos fazendo. Nós podemos ir mais longe e vamos chegar. Nós podemos conquistar qualquer coisa e vamos conquistar. Porque nós temos um ideal a seguir, não são palavras vazias, sem fundamento. O clube se preparou para isso. Nunca houve fórmula mágica, a não ser trabalho, trabalho, trabalho e muita luta. E o reconhecimento já acontece fora da aldeia, quem acompanha e entende de futebol aplaude as ideias inovadoras que você apresentou ao esporte brasileiro e que foram seguidas por muitos outros dirigentes. O modelo de gestão sério, com responsabilidade na administração dos recursos do clube, e investimentos que sempre buscam a auto sustentabilidade são a marca de um trabalho que orgulha a todos nós.

Atirar pedras sempre foi mais fácil que empilhá-las e bem verdade é que a imensa maioria desses que tanto reclamam sequer saberiam o que fazer atrás da mesa e com a caneta de presidente na mão. Não há delírio de grandeza que resista à realidade, à ter que encarar todas as dificuldades de se administrar um clube complexo como o Atlético Paranaense. Todo o discurso cai por terra, toda promessa se torna vazia e o que passa a valer são as ações, as atitudes tomadas a cada dia. De você esperamos o melhor, é um trabalho aprovado e comprovado pela história. Pois fatos e números insistem a falar a verdade que tanto amargura seus detratores: que é impossível ignorar a pujança e a magnitude do Atlético Paranaense de hoje.

Mário, deixemos os vira-latas de lado com sua síndrome e sua hidrofobia. Continuemos a caminhar juntos, enfrentando todas as batalhas e dificuldades. Quando estivermos bem na tabela, será possível sentir a redução do volume do ranger de dentes, mas bastam algumas derrotas que tudo se amplifica, num coro de oportunismo dos mais desafinados.

Nós da Diretoria, do Conselho Deliberativo, sócios e torcedores do Clube Atlético Paranaense, e cada um dos atleticanos que desejam a união e o sucesso do clube, aqui nos pronunciamos, para não deixar que o nosso ambiente seja tomado por ondas de pessimismo que só estão a serviço daqueles que não desejam ver este projeto dar certo.

A luta por um CAP GIGANTE continua, contamos com você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *